terça-feira, 23 de julho de 2013

IML de Timon confirma que foi acidente a morte da criança com facada no pescoço em Parnarama

Por Abdenaldo Rodrigues/Matões Notícias com informação do G1/Ma

Versão da mãe da criança que morreu após ter o pescoço perfurado por uma faca em Parnarama é confirmada por peritos do IML (Instituto Médico Legal/Timon).
 
Segundo matéria publicada no Portal G1/Maranhão, "a polícia informou que  a mãe da criança contou que teria ido à feira para comprar peixe com a filha. Ao chegar em casa com a mercadoria, teria colocado o bebê em uma cadeira próxima à mesa com a faca e foi até a pia lavar o peixe. Segundo a mulher, nesse momento, ela teria ouvido um baque e, ao se virar, viu a criança caída no chão.
 
A mãe relatou ainda ter corrido para socorrer a menina e só então percebeu a faca enfiada no pescoço da criança. Desesperada, a mulher teria saído de casa em busca de ajuda e foi socorrida por um motociclista, que levou as duas para o hospital da cidade. A menina, porém, já chegou ao local sem vida.
 
Por telefone, o atendimento da Delegacia de Polícia Civil de Parnarama informou ao G1 que o corpo do bebê foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Timon, a 88 quilômetros da cidade, e que o laudo confirma a morte como acidental.
 
Parte da imprensa local chegou a noticiar que a criança teria sido atingida por três facadas durante uma briga entre os pais, mas a polícia desmentiu as informações, informando que os vizinhos da família negaram ter ouvido quaisquer indícios de briga ou discussão e que o casal tem uma conduta normal no dia-a-dia".

Nenhum comentário:

Siga-nos pelo Google+ Followers