sábado, 4 de janeiro de 2014

Bandidos de Timon roubam moto em Matões e PM capota viatura durante perseguição


Viatura da polícia capotou e policial sacou do veículo, ficando estendido na estrada


Três bandidos oriundos da vizinha cidade de Timon, usando uma moto Fan e uma Biz, causaram pânico e revolta na população matoense, na tarde dessa quinta-feira (3). 

Resgatado, o PM é levado ao Hospital Divino Espírito Santo em Matões
Após uma tentativa frustrada de assaltar um ex-segurança do Banco do Brasil, que reagiu, os criminosos correram e invadiram uma autoescola. Armados com um revólver anunciaram o assalto, levando celulares, dinheiro e uma moto Bros, ainda sem placa, de um dos clientes. Imediatamente, a polícia foi acionada, iniciando a caçada aos criminosos que fugiram em direção ao povoado Santa Luzia. 

Durante a perseguição, um dos assaltantes que estava na Bros foi alvejado na perna e caiu na estrada, ficando sob a mira do fuzil de um dos policias. A viatura continuou atrás dos outros dois, mas próximo à entrada do povoado Santa Luzia, o veículo capotou, deixando o policial que dirigia, Laureano, gravemente ferido e outro, Mauro, com escoriações leves.  

Assaltante baleado dando entrada no HDES 
Os policiais e o bandido preso foram levados para o Hospital Divino Espírito Santo, onde receberam os primeiros socorros. O PM Laureano foi encaminhado para o Hospital de Urgência de Teresina (HUT), com um grande corte na cabeça e suspeita de fratura na coluna.

Muitas pessoas, com os ânimos exaltados, dirigiram-se para a frente do Hospital. O criminoso só não foi linchado devido policiais do GOE terem controlado a situação e conduzido o criminoso ao 11° Batalhão em Timon. O delegado Valente colheu depoimentos e documentações das vítimas e de outras possíveis motos roubadas pelo bando.  

Ainda na noite de ontem, um dos assaltantes foragidos foi capturado pela Polícia Militar em Timon, no bairro Parque Alvorada.

2 comentários:

Basílio da Silva Rocha disse...

A FALTA DE INVESTIMENTOS EM SEGURANÇA CORROBORA A FRAGILIDADE DAS VIATURAS DE APOIO AOS SOLDADOS DA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DO MARANHÃO...
MATÕES - A violência no estado nos deixa apavorados. Inclusive se formos falar sobre a violência no Brasil. O Estado do Maranhão hoje é um dos estados que a violência é algo muito alarmante, os números são extremamente apavorantes! Pesquisas indicam que a cada quatro minutos uma pessoa é vitima de agressão no estado. As Facções criminosas tentam dominar o estado a qualquer custo. A penitenciária das Pedrinhas, em São Luís, chamou atenção dos Direitos Humanos Internacionais. Atualmente, se formos comparar a violência nos últimos 20 anos, o número de brasileiros assassinados aumentou muito . Não devemos aceitar para um país como Brasil, algo tão arrepiante. Nossas leis devem aumentar a punição; devem ser severas. Para termos uma ideia ainda maior da situação, o Maranhão entrou no grupo dos estados mais violentos do Brasil devido a violência ocorrida em Pedrinhas e por todo o estado, tornando incontrolável à situação. Refletindo sobre os comportamentos sociais hoje em dia, é necessário fazer algumas indagações a nós mesmos : por que e de onde vem tanta violência? Seria irresponsabilidade dos pais? Incompetência das escolas? Seria indiferença da sociedade? Má influência das mídias? Seria culpa dos governos? Da justiça? A má formação dos jovens? O que está acontecendo? É preciso dizer que violência sempre houve, desde os mais remotos tempos, em todas as sociedades. Embora não se justificasse, naquelas épocas, as formas de violência eram, talvez, menores e se explicavam porque estavam relacionadas a alguma razão de ser: fosse religiosa, cultural, econômica, política. O que vemos atualmente na sociedade brasileira, entretanto, é a violência pela violência, isto é, violência banalizada – manifestada nas esquinas; nas escolas; nos lares; na cidade; no campo...violência todo dia, em todo lugar!A solução para a questão da violência no Brasil envolve os mais diversos setores da sociedade, não só a segurança pública e um judiciário eficiente, mas também demanda com urgência, profundidade e extensão a melhoria do sistema educacional, saúde, habitacional, oportunidades de emprego, dentre outros fatores. Requer principalmente uma grande mudança nas políticas públicas e uma participação maior da sociedade nas discussões e soluções desse problema de abrangência nacional. Hoje a violência no Brasil é considerada pior que Iraque, Angola e Afeganistão! É isso!

Anônimo disse...

Vídeo do Instituto Foro do Brasil explica como funciona a Nova Ordem Mundial, o Foro de São Paulo e as Ações Políticas de Terror promovidas por Facções Criminosas - http://youtu.be/JRcuQrMgLfY

ECC

Siga-nos pelo Google+ Followers