domingo, 27 de fevereiro de 2011

Aposentado é morto à paulada em sua residência no município de Matões

Por Abdenaldo Rodrigues/Matões Notícias 

O aposentado Mateus da Costa Farias (foto), mais conhecido por "Colega", de 74 anos de idade, morador na rua Antenor Pereira de Brito, s/n, no bairro Matadouro, foi cruelmente assassinado, em sua residência, enquanto dormia, na madrugada do último domingo (27)

A polícia esteve no local investigando a causa do assassinato que, pelas primeiras evidências periciadas, levam a acreditar que foi uma ação planejada por bandidos para roubar o dinheiro da vítima. 

Até o momento, não foi identificado nenhum suspeito do possível latrocínio. Nas últimas semanas, Colega estava morando sozinho, pois havia comprado uma casa para a filha Eliane, a única, dos treze filhos, que ainda convivia com ele. Na noite de ontem, um dos filhos que estava residindo em Porto Velho (RO), Reginaldo, mais conhecido por "Tenente", chegou de viagem e, dirigindo-se à casa do pai, bateu várias vezes na porta da frente, mas ninguém o atendeu. Em entrevista ao Matões Notícias, confirmou: "Como ele não abriu a porta, eu fui dormir na casa da minha mãe". Pela manhã, ao saber que o pai havia sido encontrado morto por uma paulada, enquanto dormia na sua rede,"Tenente" entrou em estado de choque. 

Cena do crime: no quarto do aposentado A primeira pessoa a chegar ao local do crime foi o sobrinho da vítima, o Sr. Romualdo Lopes da Silva, de 55 anos de idade, morador na rua Santos Dumont, s/n, bairro Alto do Seriema, que todos os dias vai à casa do tio pegar restos de comida para alimentar os seus porcos. Às 07h40min., como de costume, bateu à porta da frente e não foi atendido. Entrando pelo quintal, estranhou a porta dos fundos apenas encostada, mesmo assim adentrou à casa e deparou-se com a cena do crime: "Todos os dias eu vinha pegar "lavagem" que ele juntava na vizinhança para mim. hoje, quando cheguei, chamei: Tio Mateus! Tio Mateus!... Ele não atendeu". 

A casa de Colega já havia sido furtada duas outras vezes. Inclusive, na última, levaram uma televisão. Pouco tempo atrás, á noite, quando retornava da venda de galinhas, foi abordado por um grupo de delinquentes que, sem sucesso, tentaram lhe roubar o dinheiro que trazia consigo. Puxando uma pequena faca, ameaçou os bandidos, colocando-os para correr. 

Para o médico, Dr. José Neto, que esteve no local do crime, a causa da morte a forte pancada, possivelmente com uma estaca, que atingiu Mateus na cabeça, provocando um Traumatismo Craniano Encefálico(TCE) fatal. Colega era muito popular nas ruas de Matões, devido há anos comprar e vender galinhas caipira porta à porta. Onde chegava, usava a expressão que lhe originou o apelido: "Vamos comprar um capãozinho gordo hoje, Colega!". Separado e pai de 13 filhos, onde a caçula tem apenas 10 anos de idade, Mateus da Costa Farias é mais uma vítima da violência, que vem aumentando de forma assustadora no município de Matões.

Nenhum comentário:

Siga-nos pelo Google+ Followers