quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

Rubens Jr. rebate críticas de Trinchão à redução nas contas de energia elétrica


Com informação da Agência Assembleia

Em pronunciamento na Assembleia Legislativa, o deputado Rubens Pereira Júnior (PCdoB) reportou-se às declarações do secretário de Estado da Fazenda, Trinchão que considerou uma verdadeira bomba para a arrecadação do Estado a redução no preço das tarifas de energia elétrica no país.

Ruben Júnior afirmou que ao que parece a sessão de presentes de natal da governadora Roseana Sarney não encerrou com o aumento da tarifa de água em 38%. “É uma extrema decepção, uma tristeza e nos assusta saber que o governo do Estado já está adotando medidas para compensar perdas com a redução nas tarifas de energia elétrica”, lamentou Rubens Júnior.

O parlamentar explicou que o Senado aprovou Medida Provisória que reduz o valor da conta de energia elétrica em todo o país, devendo a medida ser aplicada a partir do ano que vem. “Mas o secretário Trinchão entende que é uma bomba, que os estados não foram consultados e os efeitos serão devastadores na arrecadação estadual”, reforçou.

Diante dessas declarações, Rubens Júnior quer que a governadora diga claramente se seu governo é contra ou a favor da redução na conta de energia elétrica e se haverá ou não aumento dos impostos estaduais para compensar essa redução.

Segundo Rubens Júnior, a governadora gosta muito de tirar foto ao lado da presidente Dilma, mas quando o governo federal toma uma decisão o governo do Estado é o primeiro a criticar, o primeiro a ser contra. O deputado indagou ainda se com o evidente aumento na arrecadação do Estado, que possibilita hoje um orçamento na ordem R$ 13 bilhões não é possível aceitar a redução na tarifa de energia elétrica. Rubens explicou que essa medida beneficiará principalmente aos pequenos consumidores, pequenos produtores e pequenos comerciantes.

“Só faz sentido o governo do Estado bater recorde de arrecadação se isso melhorar objetivamente a vida do povo, especialmente os mais necessitados”, finalizou.

Nenhum comentário:

Siga-nos pelo Google+ Followers