quarta-feira, 9 de abril de 2014

Giro Rápido

Prefeita Suely Pereira anuncia mais escolas para Matões
Através do Facebook, a prefeita de Matões, Suely Pereira (PSB), anunciou a construção de mais quatro escolas no município. São três creches no moldes do projeto da Creche Tia Maria Adriano e uma escola de Ensino Fundamental, com 8 salas de aula. Todas através de convênio da Prefeitura Municipal com o Governo Federal. É a resposta da prefeita aos que de forma leviana espalham matérias falsas na mídia regional e nacional de que ela não tem trabalhado pela Educação do município.  



Prova Teórica do Detran em Matões
A Auto Escola Parnarama, de propriedade do conhecido empresário Ednard Exclusivo, realizou nesta terça-feira (08), na Unidade Escolar Eugênio Barros, a primeira prova teórica do Detran em Matões. De acordo com Exclusivo, em breve teremos as provas práticas de moto e carro na cidade: "Antes, o candidato precisava ir até a cidade de Timon, onde tinha diversa despesas de deslocamento, alimentação e hospedagem".



PMDB de Timon sem moral com a governadora
Bem que o deputado Edilásio Jr. (PV) tentou emplacar a ex-prefeita de Timon, Socorro Waquim, em uma das vagas de secretário de estado deixadas pelos que objetivam um mandato de deputado. Em recente reunião com Roseana Sarney, o deputado argumentou que havia chegado a hora de agraciar os seus aliados Waquim com um cargo importante no governo. A governadora disse não e alegou que caso nomeasse Socorro Waquim esta seria perturbada pela Lei da Ficha Limpa aprovada na Assembleia Legislativa do estado. (Com informação do blog do Elias Lacerda)
Perda lamentável
O pré-candidato a deputado federal pelo PC do B, Rubens Júnior, sofreu uma baixa no seu grupo de apoio no interior do Maranhão. Faleceu no último domingo(6) o vereador da cidade de Passagem Franca, Edvaldo Cazé (PTB). O parlamentar sofreu um infarto fulminante quando estava na zona rural daquele município. Ele foi socorrido, levado para a cidade, mas ao chegar ao hospital se deparou com um velho problema da saúde pública do interior: Não tinha médico. Um médico da cidade, que não estava de plantão, teria se prontificado e atendido o vereador que não resistiu e acabou falecendo. Edvaldo Cazé tinha 51 anos e, curiosamente, era filho de um ex-vereador da cidade, Mundico Cazé, também morto de infarto. (Publicado no blog do Elias Lacerda)

Nenhum comentário:

Siga-nos pelo Google+ Followers