quarta-feira, 13 de agosto de 2014

Prefeitura de Matões decreta luto oficial de três dias

Por Abdenaldo Rodrigues/Matões Notícias
Foi decretado no município de Matões três dias de luto oficial em homenagem a Eduardo Campos, candidato a presidente pelo PSB e ex-governador de Pernambuco, que morreu em acidente áereo na manhã desta quarta-feira (13)

O acidente trágico ocorrido com o candidato socialista comoveu todo o país. Em Matões, a prefeita Suely Pereira divulgou nota na sua página do Facebook lamentando a morte de Eduardo Campos: "Que Deus conforte sua família e dê forças para que possam superar esta triste perda".

Eduardo Campos era o presidente nacional do PSB, partido pelo qual foram eleitos vários prefeitos da região Leste do Maranhão, Suely Pereira (Matões), Luciano Leitoa (Timon), David Carvalho (Parnarama), Léo Coutinho (Caxias).

Um comentário:

Alcebíades Kemps disse...

“A vida é como uma sala de espetáculos; entra-se, vê-se e sai-se.”
A morte prematura, trágica, inexplicável e misteriosa de Eduardo Campos é uma perda irreparável para a política nacional. Deixa uma lacuna difícil de ser preenchida na política pernambucana e do Brasil , sobretudo porque se tratava de um jovem líder, que despontava como um dos mais importantes nomes da sua geração. Geração esta que tinha a nobre e imperativa missão de renovar a política nacional.Com a morte de Eduardo Campos, se vai a esperança, a certeza de renovação. Ele deixa um legado de preparação, de um homem honrado e que planejava suas ações. Foi um grande deputado federal, um grande ministro de Ciência e Tecnologia, um grande governador. “O Brasil perde um político idealista, sonhador e promissor. Defendia ideias de renovação política e um País com maior justiça social, com menos desigualdades sociais. O Brasil está triste pelo falecimento de Eduardo Campos. A juventude brasileira, principalmente, tinha muitas esperanças em Eduardo Campos. Ele representava, nesta campanha, o perfil do candidato moderno, ousado, renovador, que defendia um Brasil mais justo e solidário, com maior distribuição de renda. Eduardo Campos representava um projeto novo e avançado para o Brasil. A juventude apostava em suas ideias e em seu espírito de justiça social. Deixa uma lacuna na política brasileira. O maior legado de Eduardo foi esse de lutar por um Brasil sem desigualdade social, com a participação de todos os brasileiros. QUE O ESPÍRITO SANTO CONSOLADOR DE DEUS POSSA CONSOLAR SUA FAMÍLIA!

Siga-nos pelo Google+ Followers