terça-feira, 27 de janeiro de 2015

Roseana Sarney a um passo de ser extraditada dos EUA

Por Abdenaldo Rodrigues/Matões Notícias


O inferno astral da ex-governadora Roseana Sarney não acabou com a derrota do seu grupo político nas eleições de outubro do ano passado para o atual governador Flávio Dino (PCdoB) e o senador eleito Roberto Rocha (PSB). 

O medo de ser indiciada na Operação Lava Jato da Polícia Federal, por conta da denúncia da ex-contadora do doleiro Youssef, Meire Poza, que disse que um funcionário do alto escalão da ex-governadora recebeu propina para pagamentos de precatórios milionários, a fez abandonar o posto 21 dias antes do seu término. Roseana deixou o Brasil e se mandou para os EUA. 

A história azedou de vez; o próprio Youssef confirmou através de delação premiada que realmente foi pago propina a um membro do governo de Roseana Sarney.  O doleiro afirmou que entregou pessoalmente 1,4 milhão, dos 6 milhões acertados, para um emissário de João Abreu, na época chefe da Casa Civil da ex-governadora. 

Como o que está ruim pode piorar, é aguardada com ansiedade a delação do dono da Constran, o empresário Ricardo Pessoa, que poderá confirmar nos próximos dias a veracidade da propina paga ao governo de Roseana. Confirmado o envolvimento de Roseana Sarney no esquema de propina, a ex-governadora poderá ser extraditada e presa aqui no Brasil. Vale ressaltar que ela não possui mais foro por prerrogativa de função.

Nenhum comentário:

Siga-nos pelo Google+ Followers