quinta-feira, 16 de abril de 2015

Sargento reformado da PM do Piauí é morto ao reagir a assalto próximo ao povoado Baú

Por Ludwig Almeida/Blog
Foto: Divulgação/Polícia Militar
Carro do policial foi queimado pelos bandidos
Um sargento reformado da Polícia Militar do Piauí identificado como Valério Gonçalves de Araújo foi morto por volta das 11h desta quarta-feira (15) na zona rural de Caxias, no Maranhão. Segundo as primeiras informações repassadas pela PM, homens tentaram levar a Hilux do sargento, que reagiu e foi atingido por disparos de armas de fogo.

Várias viaturas da Polícia Militar do Piauí estão no local - na estrada que liga Caxias ao municipio de Buriti Bravo - fazendo diligências na tentativa de prender os autores do crime. O Instituto Médico Legal (IML) já foi acionado para remover o corpo.

De acordo com o major Francisco Sousa, da PM de Timon, cerca de quatro homens participaram da ação na estrada do povoado Baú. "Após matarem o sargento e tomar o carro, o grupo fugiu por uma estrada que leva à comunidade Baú. No caminho soltaram o corpo do sargento e tocaram fogo no carro dele antes de roubarem outro veículo", explicou o Major.

A Hilux tomada de assalto após a morte do PM pertencia a empresa Edeconsil. Na fuga, soltaram o motorista do veiculo identificado como Ronilson Cutrim e assaltaram funcionários de uma empresa de construção. "Eles ainda trancaram a estrada com um trator levaram a chave", diz comunicado da PM do Piauí.

O tenente-coronel Xavier, do 11º Batalhão da Polícia Militar do Maranhão, em Timon, disse que o sargento mora no município e estava se dirigindo para propriedades de familiares na zona rural de Caxias.

"Ele foi atacado por individuos a pé que já chegaram atirando, matando o sargento. Lá na frente tomaram outro carro e obrigaram o motorista a tirar o corpo do sargento do veículo e fugiram rumo a Buriti Bravo", afirmou.

Um comentário:

Anônimo disse...

provavelmente para fazer assaltos. Pode esperar. Região de Buriti Bravo deve ser investigado

Siga-nos pelo Google+ Followers