domingo, 2 de agosto de 2015

Giro Rápido

Por Abdenaldo Rodrigues/Matões Notícias

  • A erradicação das escolas barracões em Matões é tema da fala de Flávio Dino em encontro político em Caxias

Em encontro com a classe política e empresarial de seis cidades do leste maranhense, na última sexta-feira (31), em Caxias, o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB). fez um balanço dos trabalhos realizados nos primeiros seis meses de seu governo. Entre os assuntos tratados, o governador falou da erradicação das escolas de taipas, citando como exemplo a cidade de Matões que, na gestão da prefeita Suely Pereira (PSB), presente no evento, acabou com os barracões que serviam como salas de aula.
  • Após cirurgia, o jovem matoense Ìtalo passa bem
O jovem matoense e gente boa Ítalo Ramires submeteu-se, no último sábado (1°), a uma intervenção cirúrgica para a retirada de um tumor ósseo benigno na região do fêmur. Ítalo já vem a anos enfrentando esse tipo de situação, com seguidas cirurgias. Com sua força de vontade e fé, o mesmo já se encontra em sua residência, na cidade de Timon, sob os cuidados de sua família. Ítalo é filho da conhecida professora Corina Pereira. A mesma informou ao Editor deste blog que a recuperação do rapaz será um pouco lenta devido a região que foi feita a cirurgia ser bastante delicada, mas que dentro de 3 ou 4 meses ele já estará recuperado.

  • Secretário Alan Brito está na luta pela preservação da Lagoa da Ponta D’água

O secretário de Meio Ambiente de Matões, Alan Brito, divulgou que por uma determinação da prefeita Suely Pereira, e por dever de ofício, já tomou as primeiras providências para a proteção e preservação da Lagoa da Ponta D’água, também chamada de Lagoa da Cana Brava. Segundo o secretário Alan Brito, já foram tomadas algumas medidas junto ao IBAMA e a Secretaria de Meio Ambiente do Maranhão. O secretário Alan Brito comentou que pelo menos duas barragens foram construídas no curso das águas da Lagoa da Ponta D’água na parte do município de Parnarama: “Essas barragens tem impedido a vazão normal das águas, e numa delas sequer tem bueiro, impedindo a passagem”. Essa intervenção, que segundo consta, não tem autorização de nenhum órgão responsável pela preservação do meio ambiente, o que tem preocupado os moradores de Matões e Parnarama, que de alguma forma precisam da lagoa. “Quero deixar claro que não estamos de braços cruzados. A prefeita Suely Pereira determinou que resolvêssemos essas intervenções ocorridas nas águas desta lagoa, que é um patrimônio das populações desses dois municípios”, relatou o secretário Alan Brito. (Com informação do Blog do Ludwig Almeida)

Nenhum comentário:

Siga-nos pelo Google+ Followers