quinta-feira, 2 de junho de 2016

Governador empossa 1ª mulher da história do Iterma e anuncia investimentos de R$ 50 mi na agricultura familiar

Blog do Lobão/Editado


Pela primeira vez na história, o Instituto de Colonização e Terras do Maranhão (Iterma) será presidido por uma mulher. O governador Flávio Dino empossou, nesta quinta-feira (2), Margarete Teixeira Mendes como nova presidente do órgão. A solenidade, realizada no Palácio Henrique de La Rocque, contou também com uma série de ações em apoio à agricultura familiar no Maranhão, que somam investimentos de mais de R$ 50 milhões.

Na ocasião, houve a entrega de títulos de terra para moradores de Lagoa Grande, Pedro do Rosário e Brejo de Areia, que integram o ‘Plano de Ações Mais IDH’; de kits de irrigação do ‘Projeto Quintais Produtivos’ para representantes do Movimento Interestadual das Quebradeiras de Coco Babaçu – Miqcb e da Associação das Comunidades Negras Rurais Quilombolas do Maranhão – Aconeruq; de 50 motocicletas para assistência técnica e extensão rural em oito territórios da cidadania; além do lançamento das chamadas públicas do programa segunda água e dos projetos produtivos.O governador Flávio Dino ressaltou que as ações colocam em prática a visão do Governo de priorizar a economia real do estado que, autenticamente, movimenta fluxos econômicos e gera renda, pautada no desenvolvimento inclusivo, que faz com que as “pessoas participem dos frutos do progresso. E não apenas a economia de enclave, voltada para grandes projetos”.“No passado, já se comemorou muito a realização de alguns investimentos privados que depois, quando nós víamos sustentados apenas por financiamentos e por renúncias fiscais, e gerando 10, 15 empregos. Só neste ato que nós estamos hoje protagonizando representa a geração de milhares de postos de trabalho. Esse é o caminho do crescimento e do desenvolvimento verdadeiro”, destacou em seu discurso de posse, a nova presidente do Iterma, Margarete Teixeira. Enfatizou, ainda, que dará continuidade ao trabalho do antecessor, Mauro Jorge. “Vamos priorizar as ações do instituto na legalização de posse, na regularização de ocupação de terras públicas estaduais por agricultores familiares e outras categorias de trabalhadores rurais assemelhados, em especial aqueles que vivem nos municípios mais castigados pela pobreza”. O governador Flávio Dino ressaltou que ela será a primeira mulher a presidir o órgão em 35 anos de história. “A nova presidente conhece a questão fundiária e os desafios que estão postos em seus ombros. É um órgão que tem prestados valiosos serviços ao longo de décadas, e isso vai ser ainda mais reconhecido no nosso Governo porque nós priorizamos autenticamente esse trabalho. Você tem um grande desafio de substituir o ex-presidente Mauro Jorge”, disse o governador.Assistência técnica

A solenidade marcou, também, a entrega de 50 motocicletas tipo Bros 160 cilindradas, que têm como objetivo fortalecer a assistência técnica e extensão rural em oito territórios da cidadania: Baixo Parnaíba, Cocais, Lençóis Maranhenses e Munim, Vale do Itapecuru, Baixada Ocidental, Médio Mearim, Campos e Lagos, Alto Turi e Gurupi, beneficiando 46 municípios.O presidente da Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e de Extensão Rural do Maranhão (Agerp), Júlio César Mendonça, explicou que as ações do Governo voltadas para a agricultura familiar, só tem sentindo se for integrada a assistência técnica. “Em momentos anteriores as ações da agricultura familiar chegavam, e a assistência técnica nem sabia que estava chegando. Nossa missão está sendo fundamental nesse momento para entregar essas ações e transformar o Estado em prol de quem mais precisa”, realçou.

Nenhum comentário:

Siga-nos pelo Google+ Followers